25.3 C
Manaus
segunda-feira, maio 27, 2024
Publicidade
InicioAmazonasCombate a dengue é intensificado no Amazonas

Compartilhar

Combate a dengue é intensificado no Amazonas

A Secretaria de Estado do Amazonas (SES-AM), por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Manaus, segue acompanhamento a realização do Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti (LIRAa) em Manaus. Os agentes municipais de saúde estão visitando as residências em todas as zonas da capital até o dia 22 de novembro.

Pela FVS-RCP, as atividades são coordenadas pela Gerência de Doenças de Transmissão Vetorial – Dengue, no Departamento de Vigilância Ambiental (DVA), que presta apoio logístico e técnico na supervisão das equipes de profissionais de saúde da capital.

O LIRAa é uma atividade recomendada pelo Programa Nacional de Controle das Arboviroses para direcionamento das ações de controle vetorial nos municípios infestados, em especial, nesse último trimestre do ano em que se iniciam as chuvas no Amazonas, o que favorece a proliferação dos mosquitos em virtude da maior oferta de possíveis criadouros.

No primeiro LIRAa de 2023, Manaus registrou 2,5% de imóveis com a presença do mosquito, o que é considerado uma situação de médio risco. Também foi identificado que a maior parte dos depósitos de larvas do Aedes aegypti são reservatórios formados pela destinação inadequada do lixo, correspondendo a 43% dos criadouros.

De acordo com a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, a LIRAa é uma ferramenta fundamental no combate às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. “O LIRAa permite identificar áreas com altos índices do mosquito. Ao mapear esses locais, as autoridades de saúde podem direcionar recursos de forma mais eficiente para combater os focos de reprodução do mosquito”, ressalta.

Elder Figueira, chefe do DVA, destaca que, durante as ações, são abordadas medidas preventivas contra as arboviroses, doenças transmitidas pelo mosquito, como dengue, zika e chikungunya. “Estão incluídas, nessas ações, a orientação ao morador, eliminação de criadouro, tratamento focal, e nebulização em locais onde há comprovação da ocorrência de casos”, ressalta.

Segundo Alcides Comape, chefe da Divisão de Controle das doenças Transmitidas por Vetores da Semsa Manaus, o apoio técnico e logístico ofertado pela FVS-RCP é primordial nesse processo de levantamento de dados e educação em saúde para a população de Manaus, levando em consideração que a fundação é referência estadual para o monitoramento e controle da doença.

“O apoio da FVS-RCP é primordial, pensando até mesmo pelo período de estiagem que já vivemos. Até mesmo pelo fato de a Fundação ser a base da vigilância aqui no estado, por isso contamos neste momento com o apoio da FVS, principalmente no que diz respeito aos recursos humanos” disse, Alcides.

Dengue

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus pertencente à família Flaviviridae. O vírus da dengue é transmitido por mosquitos fêmea, principalmente da espécie Aedes aegypti e, esse mosquito também transmite chikungunya e zika.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...