31.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 24, 2024
Publicidade
InicioAmazonasURGENTE: Ari Moutinho é afastado de cargo no TCE-AM

Compartilhar

URGENTE: Ari Moutinho é afastado de cargo no TCE-AM

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) Ari Moutinho, foi afastado temporariamente de suas funções na corte de contas. A decisão foi emitida pelo conselheiro Júlio Pinheiro, que atua como relator do caso. A medida, publicada no Diário Oficial do TCE, visa evitar qualquer contato direto entre as partes envolvidas no processo. Ari Moutinho também fica proibido de entrar nas dependências do Tribunal até o fim da apuração dos fatos.

De acordo com o relator, a necessidade de manter um ambiente imparcial durante a investigação torna prudente o afastamento do conselheiro Moutinho, a fim de evitar interações diretas entre a conselheira Yara Lins e o acusado, o que poderia aumentar as tensões e resultar em novas acusações.

O relator submeteu essa medida provisória de urgência cautelar à apreciação do Tribunal Pleno, com o objetivo de afastar temporariamente o Conselheiro Ari Jorge Moutinho da Costa Júnior de suas atividades no TCE durante o processo, sem impactar seus vencimentos.

Entenda o caso

No dia 6 de outubro, a conselheira eleita presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Yara Lins, denunciou o conselheiro Ari Moutinho após ele proferir palavras de baixo calão contra ela durante a eleição para definir o novo presidente do TCE. Na época, um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que o conselheiro proferiu insultos contra Yara. Ela se sentiu covardemente agredida e relatou o ocorrido em uma coletiva de imprensa.

Segundo Yara Lins, as ofensas ocorreram quando ela foi cumprimentar o conselheiro Ari, e ele a insultou, chamando-a de palavras de baixo calão e proferindo ameaças. Segundo ela, ao dar bom dia ao conselheiro, ele teria respondido “‘bom dia nada, safada, p#ta, v*dia”, e ainda a teria ameaçado. Em sua fala durante a coletiva de imprensa, Yara Lins destacou que espera que a justiça seja feita no caso, e enfatizou a importância de punir o agressor para combater a violência contra as mulheres.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...