29.3 C
Manaus
sexta-feira, março 1, 2024
Publicidade
InicioBrasilJustiça: internet promove onda de denúncias contra "Choquei"; entenda

Compartilhar

Justiça: internet promove onda de denúncias contra “Choquei”; entenda

Os usuários do Instagram iniciaram uma campanha de denuncias e cancelamento contra a “Choquei”. A página de fofocas foi responsável pelo suicídio de Jéssica Vitória Canedo, moradora de Minas Gerais, após os mesmos publicarem conversas falsas da jovem de 22 anos com o influenciador Whindersson Nunes. O perfil vem recebendo vários comentários negativos, pedindo que os usuários denunciem a página até que ela caia, bem como também foram feitos pedidos de investigação e prisão para Raphael Souza, dono da Choquei, que tirou sarro da situação.

Na última semana, a Choquei publicou em seu perfil uma sequência de prints falsos em que Jéssica trocava mensagens com Whindersson Nunes, sugerindo um suposto romance entre os dois. Após a publicação, Jéssica passou a receber criticas e ofensas por parte de internautas. Devido às mensagens, tanto Jéssica quanto Whindersson esclareceram que não se conheciam e jamais trocaram mensagens.

Um dia antes da morte da jovem, sua mãe publicou um vídeo nas redes sociais pedindo que as pessoas pararem de publicar sobre a história do romance dela com Whindersson. A mãe alertou que a filha sofria de depressão severa e já havia tentado suicídio uma vez. Jéssica também postou um texto esclarecendo sobre a história e pedindo que a Choquei apagasse a postagem e fizesse uma retratação.

Em resposta, o dono da Page fez uma publicação em seu perfil pessoal zombado de Jéssica, dizendo que “o Enem já havia passado”, referindo-se ao texto longo que a garota fez e foi ignorado por Raphael.

Na última sexta-feira (22), a família de Jéssica confirmou que a jovem foi encontrada morta, vítima de suicídio. Após a divulgação da sua morte, a Choquei excluiu a publicação da fake news, e Raphael Souza desativou sua página pessoal.

Ao longo do fim de semana, usuários no Instagram iniciaram uma onda de denúncias, com o objetivo de derrubar a página da rede social. Dentro das próprias publicações, os internautas mandam mensagens revoltadas e pedindo justiça por Jéssica e a prisão de Raphael.

Whindersson Nunes se pronunciou sobre o caso.

Antes da morte de Jéssica, Whindersson já havia dito que não conhecia a garota e que as mensagens eram falsas. No último domingo (24), véspera de natal, o humorista fez um vídeo falando sobre o caso. Segundo o influêncer, ele estava fora do país, de férias, quando recebeu os prints de uma página de fofocas do Instagram, que buscava apurar a veracidade das conversas.

Whindersson conta que afirmou que não era ele nas conversas, e a mesma pessoa garantiu que os prints não seriam publicados. Porém, no dia seguinte, as conversas já estavam postadas na página da Choquei. O humorista também prestou solidariedade a família de Jéssica. O vídeo completo pode ser conferido acima.

Choquei se isentou da responsabilidade da publicação

Em nota, a Choquei afirmou que seguiu os protocolos necessários para a apuração do fato, não tendo responsabilidade nos desdobramentos causados pela postagem. Eles afirmaram ainda que “que todas as publicações foram feitas com base em dados disponíveis no momento e em estrito cumprimento das atividades habituais decorrentes do exercício de direito à informação” porém, não esclarecem as fontes de onde vieram os dados, nem como foi feita a apuração.

Vale lembrar que a Choquei não é uma página de cunho jornalístico, e que não foi a primeira vez que o perfil publicou informações que, mais a frente, se mostraram falsas e carentes de qualquer técnica jornalística de apuração. Até o momento, os internautas seguem no engajamento de novos usurários para derrubar a Choquei e punir os responsáveis pela morte de Jéssica

Leia a nota completa da Choquei

“Lamentamos profundamente o ocorrido e nos solidarizamos com os familiares e todos os afetados pelo triste acontecimento. Reforçamos nosso compromisso em agir com diligência e responsabilidade.

O perfil Choquei (@choquei) por meio de sua assessoria jurídica, vem esclarecer a seus seguidores e amigos que não ocorreu qualquer irregularidade na divulgação das informações prestadas por esse perfil. Cumpre esclarecer que não responsabilidade a ser imputada pelos atos praticados, haja vista a atuação mediante boa-fé e cumprimento regular das atividades propostas.

Em relação aos eventos que circulam nas redes sociais e que foram associados a um trágico evento envolvendo a jovem Jessica Vitória Canedo, queremos ressaltar que todas as publicações foram feitas com base em dados disponíveis no momento e em estrito cumprimento das atividades habituais decorrentes do exercício de direito à informação. O compromisso deste perfil sempre foi e será com a legalidade, responsabilidade e ética na divulgação de informações dentro dos limites estabelecidos na Constituição Federal, em especial ao art. 5º, inciso IX. Por fim, reafirmamos nosso respeito pela intimidade, privacidade, bem-estar e pela integridade.”

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...