25.3 C
Manaus
domingo, julho 14, 2024
Publicidade
InicioMundoBenjamin Netanyahu dissolve o gabinete de guerra de Israel

Compartilhar

Benjamin Netanyahu dissolve o gabinete de guerra de Israel

Uma autoridade israelense declarou nesta segunda-feira (17) que o gabinete de guerra foi dissolvido pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. A medida não é particularmente inesperada, pois havia sido esperada desde a saída do ex-general centrista Benny Gantz do governo. O gabinete era composto por seis pessoas.

Em 7 de outubro, Gantz se juntou a Netanyahu em um governo de unidade nacional no início da guerra, e o parceiro de Gantz, Gadi Eisenkot, e o líder do partido religioso Shas, Aryeh Deri, serviram como observadores no gabinete.

Na semana passada, Gantz e Eisenkot deixaram o governo de coalizão devido ao fracasso de Netanyahu em desenvolver uma estratégia para a guerra na Faixa de Gaza.

Netanyahu deve manter consultas sobre a guerra de Gaza com um grupo limitado de ministros, incluindo Yoav Gallant, ministro da Defesa, e Ron Dermer, ministro dos Assuntos Estratégicos. Ambos incluíam o gabinete de guerra.

Os membros nacionalista-religiosos da sua coligação, incluindo o ministro das Finanças Bezalel Smotrich e o ministro da Segurança Nacional Itamar Ben-Gvir, exigiram que Netanyahu incorporasse membros do gabinete de guerra. Como resultado, a medida teria aumentado as tensões com parceiros internacionais, incluindo os Estados Unidos.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...