24.3 C
Manaus
terça-feira, junho 18, 2024
Publicidade
InicioAgenda CulturalEspetáculo ‘Helena’ terá nova sessão no Teatro da Instalação neste domingo

Compartilhar

Espetáculo ‘Helena’ terá nova sessão no Teatro da Instalação neste domingo

Neste domingo (26/05), o Teatro da Instalação (Rua Frei José dos Inocentes, no Centro) abre as portas para receber o público para nova sessão do espetáculo “Helena”, do Ateliê 23, às 19h. Os ingressos estão disponíveis por R$ 50 e R$ 25 (meia-entrada) no site atelie23.com e no Instagram (@atelie23). A classificação é de 16 anos.

Com direção de Taciano Soares, “Helena” conta a trajetória de uma mulher, filha do cantor Cauby Peixoto, mãe de dois filhos, professora que formou muitos jovens no bairro Redenção e superou todas as dificuldades do destino com muita determinação. Em cena estão momentos desde a infância da protagonista até a morte do segundo marido, de quem cuidou durante sete anos.

“O espetáculo é mais que uma homenagem para a minha mãe, é para muitas mulheres brasileiras que precisam renascer todos os dias”, afirma o diretor da peça e da companhia. “Foi muito significativo ter a casa cheia na estreia, com ingressos esgotados, porque é um trabalho intenso, todo reconstruído em um mês, e o público correspondeu com muita receptividade”.

A produção está com novo elenco, figurino, cenário e trilha sonora e compõe o projeto “Ateliê 23: 10 anos!”, que tem apoio do Programa Funarte de Apoio a Ações Continuadas 2023 e Prefeitura de Manaus, através da Lei Paulo Gustavo.

No elenco estão Amanda Magaiver, Emily Danali, Eric Lima, Fernanda Seixas, Francis Madson, Iogan Montefusco, Julia Kahane, Sarah Margarido, Taciano Soares e Vívian Oliveira. O espetáculo traz músicas novas para a trilha sonora, com arranjos de Guilherme Bonates, Luana Aranha e Stivisson Menezes.

A temporada de “Helena” se estende até agosto, com duas apresentações por mês, no Teatro da Instalação, com capacidade para 200 pessoas na plateia.

Público

A empresária Priscila Sales conheceu o trabalho do Ateliê 23 a partir de “Cabaré Chinelo”, peça que assistiu duas vezes, e estava na plateia de “Helena” logo na estreia.  

“É a história de um filho contando a vida da mãe, a guerreira dele, tudo na vida dele, deu para sentir isso, o que mexeu comigo, que sou mãe. Eu me emocionei muito”, comenta a empresária. “A história de luta é de todas nós, porque tem momentos que nos identificamos com a Helena. Esse filho conseguiu ter a sensibilidade de criar uma peça para falar da mãe dele e chega em outras mulheres também”.

É a primeira vez que o estudante Aristóphanes Ferreira assiste ao espetáculo e chegou ao novo trabalho da companhia também após a experiência de “Cabaré Chinelo”.

“O que me impressionou neste enredo foi a força constante, toda luta da protagonista para tentar sobreviver, desde ter perdido a mãe biológica três dias depois do nascimento, depois a mãe adotiva na adolescência, ter que se mudar e lidar com todo esse sufoco”, destaca o estudante. “A cena que ela fica sobrecarregada com tudo que ela tem que viver lembra a minha mãe e isso me impactou bastante”.

Já a arquiteta Adriana Verão pontuou todos os elementos que a deixaram encantada pela produção.

“Eu achei interessante que a peça chama atenção em vários momentos, é uma produção dinâmica. Fiquei encantada com o talento dos artistas, gostei da muito trilha sonora, foi perfeito”, explica a empresária.

Trajetória

A primeira apresentação de “Helena” foi em 2018, no Centro Cultural Usina Chaminé.

O espetáculo encerrou a 14ª edição do Festival de Teatro da Amazônia, em 2019, no Teatro Amazonas. No mesmo ano, a obra participou da programação do Festival Palco Giratório, realizado pelo Sesc.

Em 2020, a peça ganhou nova versão para compor a programação do Combo 23, projeto contemplado no Edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), por meio da Lei nº 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc.

Sucesso de público e crítica, “Helena” recebeu indicação ao Prêmio Brasil Musical, na categoria “Melhor Musical Norte”. A produção foi a única representante da região Norte a participar da segunda edição da mostra a_ponte: cena do teatro universitário, na programação teatral de 2020 do Itaú Cultural, em São Paulo.

Ficha técnica

Direção: Taciano Soares
Elenco: Amanda Magaiver / Emily Danali / Eric Lima / Fernanda Seixas / Francis Madson / Iogan Montefusco / Julia Kahane / Sarah Margarido / Taciano Soares / Vívian Oliveira
Dramaturgia: Eric Lima / Francis Madson / Taciano Soares
Assistência de direção/Direção musical: Eric Lima
Banda/Arranjos: Guilherme Bonates/ Luana Aranha/ Stivisson Menezes
Composições: Eric Lima/ Taciano Soares
Iluminação: Lore Cavalcanti
Cenografia: Taciano Soares
Arte Projeção: Cícero Benedito
Figurino: Eric Lima e Taciano Soares
Id visual: Eric Lima
Assessoria de imprensa: Manuella Barros

Com informações da assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...