26.3 C
Manaus
quinta-feira, julho 18, 2024
Publicidade
InicioAgenda CulturalOrquestra do AM é a atração do projeto Jazz no Flutuante

Compartilhar

Orquestra do AM é a atração do projeto Jazz no Flutuante

A união do jazz com ritmos amazônicos acontecerá, nesta sexta-feira (14/07), ao pôr do sol, a partir das 17h, com a realização do projeto “Jazz no Flutuante”, que terá dois shows gratuitos da Orquestra de Beiradão do Amazonas (OBA), no Flutuante Abaré, localizado no Lago Tarumã.

O evento faz parte da programação do Amazonas Green Jazz Festival e tem entrada gratuita, porém é necessário pagar o traslado de R$ 15, do estacionamento para o flutuante.

Completando 10 anos de carreira, a OBA faz um tributo com uma roupagem jazzística ao Beiradão, estilo musical tipicamente amazonense, que teve seu auge na década de 80, por meio da difusão dos fonogramas gravados por artistas que representavam este gênero na capital e no interior do Amazonas.

O nome Beiradão vem do fato de que o estilo foi popularizado em festas realizadas na beira de rios na região.

O grupo é formado por 12 integrantes, sob comando do maestro e saxofonista Ênio Prieto. Em 2017, eles lançaram o seu disco de estreia, “Das Margens Urbanas”. Já em 2021, apresentaram o documentário “Orquestra de Beiradão do Amazonas – A Música de Beiradão” e o “Diálogo de Gerações”, com composições próprias, além de releituras de músicas de ícones do Beiradão, como o cantor e saxofonista Teixeira de Manaus.

Para a primeira edição do Jazz no Flutuante deste ano, a orquestra fará o lançamento da música “Rio Tarumã”. “Compus uma música chamada ‘Rio Tarumã’ em homenagem ao projeto Jazz no Flutuante, com um ritmo bem caribenho, que faz a mistura de um merengue mais lento com um zouk. Vamos lançar essa música no Flutuante Abaré”, comentou Ênio Prieto.

E acrescentou que, além disso, neste ano, o grupo vai gravar um EP com quatro músicas e apresentar essas músicas em primeira mão nesta sexta-feira. São músicas que valorizam a região amazônica e que têm referência na cúmbia, merengue, ritmos da América Andina, lambada e outras características bem singulares do nosso Amazonas

Segundo o maestro, há uma grande expectativa para a apresentação deste ano, no Jazz no Flutuante, com muita procura pelo público. O grupo fará dois shows, um às 17h30 e o outro às 19h. Além da edição desta sexta-feira, também haverá uma edição no dia 22 de julho com o musicista Miquéias Fernandes e grupo; e, no dia 28 de julho, com o guitarrista Aldenor Honorato e seu quarteto.

Amazonas Green Jazz Festival

O Amazonas Green Jazz Festival é o maior festival do gênero da América Latina. A edição deste ano, intitulada “Ella’s”, faz uma homenagem às vozes femininas do jazz, com uma ampla programação entre os dias 21 e 30 de julho, no Teatro Amazonas, situado no centro histórico de Manaus. Além das palestras gratuitas, o festival também promoverá exposições na Casa do Jazz, o Jazz no Flutuante, entre outras atividades.

O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural. Além disso, tem apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Manauara Shopping e Hotel Juma Ópera, com produção da Iaí Promoções.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...