32.3 C
Manaus
quinta-feira, abril 11, 2024
Publicidade
InicioAmazonasEvento de tecnologia e negócios ExpoAmazônia Bio&TIC começa amanhã

Compartilhar

Evento de tecnologia e negócios ExpoAmazônia Bio&TIC começa amanhã

A partir desta terça-feira, dia 28 de novembro, às 14h, até quinta-feira, dia 30, a ExpoAmazônia BIO&TIC reúne empresários, pesquisadores, gestores públicos, estudantes e curiosos em torno das melhores estratégias para fomentar a economia verde, se posicionar no mercado de inovação e conhecer soluções práticas e sustentáveis para driblar desafios antigos, como o de manter a floresta em pé, gerando renda, empregos e qualidade de vida para a população do Norte. E por que não dizer do Brasil? Visto que o bioma Amazônia ocupa aproximadamente 40% do território nacional e tem influência sobre o resto do país e até da América do Sul.

Na segunda edição, a feira vai acontecer no Studio 5 Centro de Convenções, localizado na Avenida Rodrigo Otávio, 3555, Distrito Industrial. O acesso a toda programação do evento – que inclui palestras no palco principal,  trilhas de conhecimento, expositores e as arenas, games e de negócios, além de Startup Zone e Code Challenge – é gratuito. A inscrição para participar do evento deve ser feita pelo aplicativo oficial da ExpoAmazônia, tanto na Play Store, quanto na Apple Store, ou no site expoamazonia.com.

A abertura será às 15h e contará com a presença do secretário de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria do Ministério do Desenvolvimento Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) – Rodrigo Rollemberg;  do superintendente da Suframa – Bosco Saraiva; da subsecretaria para Amazônia no Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) – Tanara Lauschner; do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEDECTI) – Serafim Corrêa e do secretário Municipal do Trabalho Empreendedorismo e Inovação (SEMTEPI) – Rady Gomes Júnior.

Nesta edição, o evento oferece seis eixos temáticos: Bioeconomia, Biotecnologia e Mercados; Empreendedorismo e Gestão de Negócios; Valorização dos Saberes Tradicionais; Produções Acadêmicas em BIO&TIC; Tecnologia da Informação e Comunicação e Mercados; e Economia Criativa e Cultura.

“Como o próprio nome diz Bio, vem de Bioeconomia e Biotecnologia, e TIC, se refere a Tecnologia da Informação e Comunicação, ou seja, a feira reúne pesquisas e oportunidades para quem quer se reposicionar no mercado de trabalho e também para o jovem que ainda não decidiu os caminhos profissionais. Além disso, para os empreendedores e pesquisadores, o evento representa uma ótima oportunidade de conexão e possibilidade de alavancar negócios, e fechar parcerias.”, observa o diretor executivo do Polo Digital de Manaus, Murilo Monteiro.

A Associação do Polo Digital realiza o evento com parceiros como o Idesam que, desde o final de 2018, coordena o Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) do Governo Federal para o Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia e Roraima, e traz para a feira 10 soluções inovadoras para a sustentabilidade das cadeias de Valor da Amazônia. O Demoday do PPBio vai reunir startups nativas que vão mostrar soluções criativas para superar obstáculos na cadeia de produção de alguns itens regionais.

“Estamos trabalhando para que este momento seja um marco do sucesso do PPbio que tem uma vitrine de projetos para investimento em diferentes períodos de amadurecimento e que oferecem aos potenciais investidores e parceiros a oportunidade de começar a fomentar a nova economia na Amazônia.”, pontua Paulo Simonetti, gerente do Idesam/ PPbio.

Sobre

A ExpoAmazônia Bio&TIC 2023 é uma realização da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Governo do Amazonas – por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti-AM) -, Prefeitura de Manaus – por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA).

Além de discutir, integrar, consolidar e alavancar os polos de Bioeconomia e de Tecnologia da Informação e Comunicação da região como dois vetores econômicos viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta amazônica e para o desenvolvimento socioeconômico dos povos da Amazônia, a feira visa fortalecer os ecossistemas de Bio&TIC e integrá-los constantemente com os atores dos ecossistemas nacionais e internacionais de inovação.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...