26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 17, 2024
Publicidade
InicioAmazonasMulher finge ser médica e trabalha 10 dias em UTI neonatal no...

Compartilhar

Mulher finge ser médica e trabalha 10 dias em UTI neonatal no AM

Nessa quinta-feira (16/02), uma mulher identificada como Maria Clara Feitosa, foi presa após investigações revelarem que ela se passou por médica do Hospital Jofre Cohen, de Parintins, no interior do Amazonas.

A mulher ainda trabalhou por 10 dias na UTI neonatal antes de ser descoberta por funcionários da unidade hospitalar, em novembro do passado.

O comportamento dela chamou a atenção devido a falta de conhecimento básico da mulher em procedimentos padrões no tratamento dos bebês internados em estado grave e por diagnósticos errados dados por ela.

Com as investigações, foi descoberto que falsa médica usava um registro de uma profissional de Pernambuco.

A mulher foi afastada pela empresa terceirizada que faz a contratação de profissionais para o hospital e depois disso desapareceu.

Políticos do município cobraram explicações do hospital, que jogou a responsabilidade da contratação da mulher para a Secretaria de Estado de Saúde.

A responsabilidade da Queiroz Serviços Médicos, empresa terceirizada que fez a contratação também foi colocada em cheque e a mesma informou que Maria Clara já foi desligada da unidade.

A empresa afirmou ainda que está tomando as devidas providências.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...