26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 17, 2024
Publicidade
InicioAmazonasMuseu do Crime chama atenção de visitantes no Palácio da Justiça

Compartilhar

Museu do Crime chama atenção de visitantes no Palácio da Justiça

Uma das exposições permanentes do Centro Cultural Palácio da Justiça (CCPJ), localizado na avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro, o Museu do Crime atrai o público com um grande acervo criminal do estado, além de ter a estrutura do antigo Tribunal de Justiça do Amazonas preservada. As visitações guiadas são gratuitas e acontecem de terça a sábado, das 9h às 17h, com visitantes divididos em grupos, a cada 30 minutos.

Ao público que se interessa pelas histórias de “true crime”, que viralizam nas redes sociais e resgatam relatos de crimes antigos, o Museu, com a exposição “Do Crime ao Castigo”, é uma opção curiosa e imersiva, com visitas guiadas e envolvimento do público em dinâmicas de júri popular e informações sobre casos que tiveram grande repercussão na sociedade amazonense.

De acordo com a turismóloga do Palácio da Justiça, Hany Cândido, o espaço cultural recebe muitos visitantes, e o Museu do Crime é dividido em cinco espaços que despertam a curiosidade do público pelo acervo de crimes reais que marcaram o Amazonas e, até mesmo, outros lugares do mundo.

“O Museu do Crime tem cincos espaços divididos em: sala dos crimes, o tribunal do júri popular, sala secreta onde os juízes decidiam a sentença do réu, exposição de crimes e explicações legislativas, além da sala de desembargadores”, conta a turismóloga.

“O Museu do Crime tem a maior parte da estrutura original preservada, além de contar sobre casos de grande repercussão que marcaram o Amazonas, e isso deixa o público curioso com os desfechos e em ver as provas e materiais apreendidos, como armas, máscaras, motosserra, caça-níqueis e outros”, informa.

A turista curitibana Bruna Gattiboni, 22, destacou que visitar o Palácio da Justiça foi importante para ver como estão preservadas a história e a beleza do espaço, inaugurado em 1900 e tombado como Patrimônio Histórico e Artístico do Amazonas em 1980.

“A experiência de ter conhecido esse espaço foi muito bacana, pela explicação e, principalmente, por ver a preservação do espaço e da história, que é sobre a legislação local. O Museu do Crime expõe vários crimes curiosos e que deixam um questionamento, são atrocidades que aconteceram e é curioso acompanhar, além do lugar ser lindo e incrível”, conta Bruna.

Outras informações sobre o Museu do Crime podem ser encontradas nas redes sociais @culturadoam e Portal da Cultura (https://cultura.am.gov.br/).

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...