30.3 C
Manaus
domingo, julho 14, 2024
Publicidade
InicioAmazonasNo AM, Empresário alemão é condenado a 30 anos de prisão por...

Compartilhar

No AM, Empresário alemão é condenado a 30 anos de prisão por estupro

O empresário alemão Wolfgang Brog, de 75 anos, foi condenado a 30 anos de prisão pela Justiça do Amazonas por estuprar uma adolescente em Novo Airão, no interior do estado, de 2013 a 2022. A decisão foi tomada na segunda-feira (24) e ordena a prisão imediata do homem.

Por forçar a menina a continuar mantendo relações com o homem, a mãe da menina também foi condenada a 14 anos de prisão. A tia e o irmão da vítima também foram condenados a sete anos e seis meses de prisão por favorecimento à prostituição.

Além disso, cada um dos quatro condenados deve pagar uma indenização à vítima por danos morais. Além disso, a sentença determina a perda do poder familiar para proteger completamente a adolescente no caso dos três réus com parentesco com a ofendida.

De acordo com o inquérito policial, os abusos começaram quando ela tinha seis anos e morava em Novo Airão com o empresário e sua tia, que então era a mulher do réu. O casal a retirou de um abrigo. O homem passou a estuprá-la quando ela completou doze anos.

A vítima conheceu sua mãe biológica aos 13 anos e se mudou para Manaus com ela, de acordo com a denúncia do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

Após ser informada pela filha sobre os abusos, a mãe decidiu aproveitar a situação e sugeriu ao empresário que lhe desse dinheiro pelo silêncio para que pudesse continuar abusando da adolescente. Isso ocorreu de 2021 a 2023, quando a adolescente foi enviada à casa do acusado em Novo Airão.

Segundo a denúncia, durante o período de 2021 a 2023, a mãe passou a forçar a filha a manter relações sexuais com outros homens em motéis da capital para ajudar a sustentar a família. Ao ser obrigada a ir aos encontros, a mãe, com a ajuda do irmão, agrediu a menina.

Ao completar 15 anos, a vítima, apoiada por sua tia paterna, decidiu denunciar os abusos na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...