26.3 C
Manaus
sexta-feira, junho 14, 2024
Publicidade
InicioAmazonasPeças de artesanatos com partes de animais são vendidos no AM

Compartilhar

Peças de artesanatos com partes de animais são vendidos no AM

Equipes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Amazonas iniciaram mais uma campanha “NÃO TIRE AS PENAS DA VIDA”. A ação visa prevenir e combater ilícitos ambientais no período do Festival Folclórico dos Bois Bumbás de Parintins Garantido e Caprichoso.

A campanha tem o objetivo de informar e sensibilizar a sociedade em geral a colaborar no combate ao comércio ilegal de artesanato feitos com produtos e subprodutos da fauna silvestre (brincos, tiaras, cocares, entre outros adereços), uma prática secular que é um dos fatores que ameaçam a sobrevivência de várias espécies da nossa fauna, notadamente as aves.

O Superintendente do IBAMA no Amazonas, Joel Araújo, explica que a escolha do mês de junho para o lançamento da campanha tem como motivação o festival folclórico dos Bois Bumbás Garantido e Caprichoso de Parintins/AM,  _“uma vez que, no período que o antecede e durante o festival, o mercado desses artesanatos aumentam muito, especialmente aqueles feitos com penas e subprodutos de fauna silvestre”_, reforça.

Em caso de flagrante, os produtos do crime serão apreendidos e a pessoa autuada, conforme prevê a Lei 9605/98 e o Decreto 6514/08, respondendo posteriormente pelo crime na justiça. A multa pode ser de R$ 500,00 ou R$ 5.000,00 por unidade de espécime identificado no artesanato, podendo ainda ser calculada por unidade de produto.

A Campanha educativa e Operação de Fiscalização Ambiental são realizadas desde o ano de 2002 devido a inúmeras denúncias de abate de animais silvestres na região dos municípios de Parintins, Barreirinha e Nhamundá/AM.

Após a implantação do Projeto, criado pelo responsável do setor de fauna do IBAMA/AM Prof. Paulo Andrade, o grau de conscientização das Associações Folclóricas e comerciantes do município de Parintins, foi desenvolvido o comprometimento ecológico e sustentável não só nos poemas e músicas, mas, fundamentalmente na fabricação e confecção de suas indumentárias com material sintético ou penas de animais domésticos.

O IBAMA está divulgando material de mídia, cartaz e vídeo institucional, alertando sobre o problema junto a órgãos públicos e sociedade em geral.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...