26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 17, 2024
Publicidade
InicioAmazonasPM mãe de criança com deficiência tem redução de carga horária pela...

Compartilhar

PM mãe de criança com deficiência tem redução de carga horária pela DPE-AM

O Grupo de Trabalho de Assistência Jurídica ao Policial Militar (GTPM) da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) garantiu, após uma decisão judicial, a redução da jornada de trabalho, sem prejuízo de remuneração e carreira, de uma cabo da Polícia Militar, que é mãe de criança diagnosticada com paralisia cerebral.

Antes da ação, a militar já havia solicitado a redução da carga horária de trabalho, mas o pedido foi negado por não existir uma lei específica sobre o assunto. Por isso, a policial militar recorreu à Defensoria para o ajuizamento do processo. 

De acordo com o GTPM, nos autos consta o laudo médico da criança, comprovando a urgência de cuidado especializado para estimular o seu desenvolvimento. Caso o tratamento seja interrompido, ela pode perder as habilidades adquiridas, além do agravamento da doença. 

O processo tramita na 2ª Vara da Fazenda Pública. Após analisar o pedido da DPE, o juiz Leoney Figliuolo Harraquian determinou a redução da carga horária de trabalho em 30%, para que a assistida consiga cuidar e realizar as atividades para melhorar a condição de vida da filha de três anos. 

Caso haja descumprimento da decisão, a Justiça estabeleceu multa diária no valor de R$ 5 mil.

“Foi muito importante ter a ajuda do GTPM da Defensoria. Sou grata pelo atendimento atencioso e pelo cuidado de informar sobre cada etapa. Com essa ação, quem ganhou na verdade foi a minha filha, já que agora vou conseguir acompanhar todas as terapias dela”, afirmou a policial. 

Um ano de atendimentos

Em julho de 2023, o GTPM completa um ano de atividades. Só no primeiro semestre, foram atendidas mais de 300 demandas. O GTPM da Defensoria oferta assistência jurídica gratuita aos policiais militares do estado, nas áreas de Direito da Família, Direito Público e Militar, tanto no âmbito administrativo quanto penal.

Dentre as principais, estão os acordos em mandados de segurança visando as promoções em atraso de policiais militares. As promoções são obrigatórias e ocorrem três vezes ao ano. Por meio do núcleo, a Defensoria já obteve êxito em pelo menos duas liminares e seis acordos judiciais, prezando pela solução consensual dos conflitos. 

O grupo realiza atendimentos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, dentro do Comando-Geral da PMAM, no Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. Para realizar um agendamento, o policial militar pode ir direto no local ou entrar em contato pelo e-mail [email protected]. O serviço também está disponível para os policiais do interior do estado.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...