28.3 C
Manaus
quinta-feira, junho 13, 2024
Publicidade
InicioAmazonasPoliclínica Codajás comemora 39 anos

Compartilhar

Policlínica Codajás comemora 39 anos

A unidade oferece mais de 30 especialidades que atendem aproximadamente mil usuários diariamente

Nesta segunda-feira (26/06), a Policlínica Codajás, unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), completa 39 anos de existência. A unidade oferece mais de 30 especialidades médicas e cerca de 600 servidores atendem diariamente aproximadamente mil usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo referência em atendimentos especializados no estado.

Em cinco anos, a unidade teve grandes melhorias médicas e estruturais com a reforma de 10, dos 15 setores que ela possui, proporcionando mais conforto aos servidores e usuários que a frequentam. Além disso, no decorrer do seu processo de melhoria, recebeu também novos equipamentos de informática, de uso profissional e mobiliário.

Durante esse período, o Jardim Sensorial foi inaugurado, com serviço de jardinagem, pintura do local, banco de praça revitalizado e fontes de água, que transformaram o ambiente ao ar livre, em um lugar tranquilizador para atender pacientes com distúrbios sensoriais, motores e autistas em tratamento.

No setor de Ortopedia houve a reforma geral do espaço, com chegada de novos profissionais para atender aos usuários, aumentando o quantitativo de consultas com o especialista para, em média, 200 pacientes por dia. Também foi inaugurado o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que já atende em média 2 mil usuários por ano.

Em um ano, as mudanças foram significativas, como a entrega no novo espaço para dispensação de bolsas de estomia, a entrega de mais de 2 mil equipamentos para Pessoa com Deficiência (PCD), iniciativa essa que foi realizada em parceria com o Governo Federal por meio do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV). Também foi inaugurado o ‘Carro de Parada’, um serviço emergencial de saúde, caso algum usuário em atendimento de rotina passe mal dentro da unidade.

No setor de ginecologia e Ambulatório de Diversidade Sexual e Gêneros, cerca de 800 mulheres já foram atendidas em um ano, para acompanhamento em endometriose, e entre outros problemas de saúde com consultas e encaminhamentos de exames.

Já a categoria LGBTQIA+ realizou exames importantes como de HPV, testes rápidos, consultas de rotina com psicólogos, fonoaudióloga, ginecologista e endócrino, contando com uma equipe multidisciplinar de enfermeiros, técnicos, assistentes sociais, com serviço porta aberta.

Mutirões em saúde foram realizados, para acelerar a fila do Sistema de Regulação, atendendo cerca de 1.500 usuários em um único sábado de ação. O Núcleo de Segurança do Paciente e Vigilância Sanitária Epidemiológica realizou diversas palestras nos setores sobre o uso correto de lavagens das mãos, precauções com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s), descarte correto dos resíduos e etc.

Também foram realizadas inúmeras palestras educativas em saúde para usuários, treinamentos internos para os servidores, que atendem diariamente o público da capital, bem como do interior do Amazonas. Recentemente, o serviço de prontuário eletrônico foi inaugurado, estando em fase de treinamento dos servidores, agilizando assim consultas e exames com mais rapidez.

Para o diretor-geral da Policlínica Codajás, Ráiner Figueiredo, hoje a unidade comemora mais um ano de muitos avanços que ocorreram e que estão por vir.

“Graças a parceria do Governo Federal, Governo do Amazonas e Secretaria de Saúde, nossa unidade tem crescido a cada ano e melhorando a vida de muitas pessoas que frequentam nossa unidade em busca de atendimento de qualidade e saúde principalmente. O momento é de imensa gratidão por tudo que foi realizado e que com certeza faz jus ao que nos propomos aqui, ter um SUS mais humanizado e que cuida da vida das pessoas”, destacou o diretor.

Policlínica Codajás

Em 26 de junho de 1984, foi inaugurado o Centro Previdenciário do Amazonas, por seu fundador, superintendente do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps), Ubaldino Meireles, no governo de Gilberto Mestrinho. Nascia, naquele momento, a unidade de saúde que se transformaria, posteriormente, na Policlínica Codajás.

Em outubro de 2001, houve a junção dos PAMs Codajás e Centro, em virtude do início das obras de reforma do PAM Centro, que funcionava na avenida Getúlio Vargas. As equipes permaneceram juntas até o mês de outubro de 2009, quando o Governo do Amazonas na época reinaugurou o PAM Centro, chamado agora de Policlínica Governador Gilberto Mestrinho.

Em 1988, o Governo Federal, após vários debates nacionais, implantou o Sistema Único de Saúde (SUS), passando o Posto Médico Francistur a se chamar Posto de Atendimento Médico Codajás (PAM da Codajás), atendendo, assim, não somente a clientela previdenciária, mas oferecendo atendimento de forma universal. Os quadros de recursos humanos, a estrutura física e os equipamentos continuam os mesmos.

Da assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...