27.3 C
Manaus
sexta-feira, março 1, 2024
Publicidade
InicioAmazonasSinetram recusa diálogo com vereador sobre falta de respeito com usuários

Compartilhar

Sinetram recusa diálogo com vereador sobre falta de respeito com usuários

Vereador afirmou que buscou o diálogo para tentar solucionar os problemas enfrentados pelos usuários, mas não foi recebido por nenhum representante do órgão

O vereador Amom Mandel (Cidadania) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Manaus, nesta terça-feira (21/06) para criticar a falta de diálogo para solucionar o problema gerado aos usuários pela atualização do sistema de bilhetagem eletrônica do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas.

Amom relatou que a mudança, que tem prejudicado cerca de 500 mil usuários do transporte público coletivo de Manaus desde a última quinta-feira (16/06), poderia ter sido feita de forma gradual, para minimizar o impacto. Além disso, o vereador destacou que o recadastramento dos usuários poderia ser feito de forma descentralizada, para evitar as longas filas, que geram horas de espera, na sede do órgão.

“Ontem, quando compareci ao Sinetram, solicitei que a gerente, a administradora da instituição, me atendesse para uma conversa. É sempre preciso dialogar com todas as instituições antes de cobrar e eu sempre tento fazer isso. Mas, infelizmente, o Sinetram se recusou, por quatro vezes, a nos atender e a prestarem informações. Se falta informação pra mim, imagina para as pessoas que vão e passam horas ao sol e chuva, faltam trabalho e escola, para tentar resolver o problema”, disse.

Amom também propôs um requerimento legislativo, protocolado nesta segunda-feira, para solicitar esclarecimentos sobre a atualização do sistema de bilhetagem eletrônica e se houve solução aos problemas apresentados. “A partir de amanhã nós vamos solicitar, na tribuna da Câmara Municipal de Manaus e comunicando todos os órgãos de controle, que essa emissão e atualização cadastral seja feita de forma descentralizada em todos os terminais de ônibus de Manaus”.

Na ocasião, o parlamentar relembrou o dossiê apresentado à imprensa e à sociedade com denúncias sobre o transporte coletivo de Manaus, o início de uma longa investigação para divulgar sobre o funcionamento do sistema na cidade.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...