27.3 C
Manaus
domingo, abril 21, 2024
Publicidade
InicioBrasilAluna de academia denuncia instrutores após ser perseguida no RJ

Compartilhar

Aluna de academia denuncia instrutores após ser perseguida no RJ

Caroline Bedoya Aszmann, de 23 anos, aluna da academia BodyTech em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro, registrou uma queixa na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) do Centro contra dois professores da instituição por ameaça. Segundo Caroline, um dos professores a perseguiu até sua residência em meados de dezembro, após informar que ela costumava andar sozinha. A jovem afirma ter sido ameaçada e não ter recebido o apoio adequado da coordenação da academia. A aluna relatou a situação nas redes sociais no sábado (6) e, no dia seguinte, formalizou a queixa na Deam. Caroline destaca que a situação começou quando um dos professores tirou uma foto dela durante o treino e a enviou pelo Whatsapp, comentando sobre a qualidade da cena. Apesar de ter recebido desculpas da academia após a repercussão do caso, ela ressalta que esperava uma ação mais rápida para garantir sua segurança.

A BodyTech emitiu uma nota informando que os dois profissionais envolvidos foram afastados e que estão colaborando com as investigações. O caso está registrado na polícia como fato atípico e ameaça, com o acusado intimado para prestar depoimento enquanto as diligências prosseguem.

Fonte:G1

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...