31.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 24, 2024
Publicidade
InicioBrasilEx-senador de Roraima é preso suspeito de matar mãe da sua filha

Compartilhar

Ex-senador de Roraima é preso suspeito de matar mãe da sua filha

Na noite desta segunda-feira, 30, o ex-senador de Roraima, Telmário Mota, foi preso na cidade de Nerópolis, em Goiás, sob acusação de supostamente ter ordenado o assassinato de Antônia Araújo de Sousa, de 52 anos, mãe de sua filha. Vale destacar que em 2022, a filha de Telmário o acusou de estupro. Diante da ordem de prisão preventiva de Telmário emitida pela Justiça, a Polícia Civil de Roraima (PCRR), em colaboração com a Polícia Civil do Distrito Federal, lançou a operação “Caçada Real” com o intuito de capturar o ex-parlamentar.

Entretanto, as autoridades policiais não forneceram detalhes adicionais sobre a prisão. Em uma declaração oficial, a PCRR informou que as investigações estão direcionadas a “elucidar o assassinato de Antônia Araújo Sousa, ocorrido em 29 de setembro deste ano, no bairro Senador Hélio Campos. A vítima foi abordada por um homem que perguntou seu nome, e após a confirmação, ela foi atingida por um disparo na cabeça.”

Com 65 anos de idade, Telmário Mota exerceu a função de senador da República por oito anos, tendo sido eleito em 2014 como o senador mais votado na história de seu Estado – nas eleições de 2022, ele ficou na terceira posição. Além de Telmário Mota, as autoridades estão à procura de seu sobrinho, Harrison Nei Correa Mota, conhecido como Ney Mentira, que é acusado de planejar e executar o crime, e de Cleidiane Gomes da Costa, ex-assessora do ex-parlamentar, a qual é acusada de monitorar a vítima nos dias que antecederam o incidente.

Fonte: Jovem Pan

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...