27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024
Publicidade
InicioBrasilFamília de criança de dois anos morto em van escolar pede justiça

Compartilhar

Família de criança de dois anos morto em van escolar pede justiça

A avó de Apollo Gabriel Rodrigues, o menino de 4 anos que faleceu após ser esquecido dentro de uma van escolar por seis horas, na zona norte de São Paulo, expressou sua tristeza nas redes sociais e clamou por justiça. Luzinete Rodrigues dos Santos afirmou que o que aconteceu com Apollo foi uma injustiça e que o amará eternamente. Em outra publicação, ela compartilhou a dor da perda, destacando que seu neto está agora ao lado do Pai Eterno.

O motorista Flávio Benes e a monitora Luciana Graft, responsáveis pela van escolar, foram presos em flagrante, mas obtiveram liberdade após audiência de custódia com a imposição de medidas cautelares. A mãe do menino, Kaliane Rodrigues, relatou que Apollo chorou antes de entrar na van e que, ao contrário do habitual, foi colocado no banco de trás do veículo ao sair de casa. A auxiliar do motorista alegou sentir-se mal no dia do ocorrido, o que pode ter prejudicado sua atenção no trabalho.

Apollo deveria ter sido deixado na escola com os outros alunos pela manhã, mas acabou permanecendo na van. O veículo foi estacionado em uma garagem até as 15h20, quando o menino foi encontrado sem vida. A suspeita da polícia é que ele não tenha resistido às altas temperaturas, atingindo 37,7°C naquele dia. O Instituto Médico Legal (IML) fornecerá laudos para determinar a causa da morte.

Fonte: R7

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...