24.3 C
Manaus
terça-feira, junho 18, 2024
Publicidade
InicioBrasilLalo de Almeida vence prêmio mundial com fotografia da seca na Amazônia

Compartilhar

Lalo de Almeida vence prêmio mundial com fotografia da seca na Amazônia

A imagem comovente de um pescador indígena a caminhar sozinho no leito pedregoso do rio Solimões, tirada durante a seca extrema que atingiu a Amazônia no ano passado, comoveu o júri e o fotógrafo brasileiro Lalo de Almeida foi premiado com o mais prestigiado e cobiçado prêmio do jornalismo mundial, o World Press Photo na categoria Foto Única/América do Sul.

“Esta foto trata de dois temas aos quais venho me dedicando nos últimos anos: Amazônia e mudanças climáticas”, contou Lalo à Folha de SP, jornal para o qual realizou este e os demais trabalhos premiados. 

“A imagem foi realizada durante a seca extrema que atingiu a bacia amazônica em 2023 e mostra um pescador indígena caminhando pelo leito seco de um braço do rio Amazonas (ou Solimões, aqui no Brasil), em frente à comunidade tradicional de Porto Praia, próximo à Tefé, no Amazonas”. 

O fotógrafo ficou impressionado com a paisagem que encontrou, pois conhecia a zona e as comunidades indígenas e já as tinha visitado noutras ocasiões. “O trajeto sempre foi feito de barco. Desta vez, tivemos de caminhar até as comunidades por meio de uma trilha pelo leito seco”.

“Vi que a comunidade estava olhando para o vazio. O trabalho mostra o impacto da crise climática nas paisagens e nas populações, que com o rio seco, têm sua vida inviabilizada. Os ciclos estão se quebrando com as mudanças climáticas”, destaca.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...