27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024
Publicidade
InicioBrasilMédico é acusado de estuprar pacientes após realização de cirurgias

Compartilhar

Médico é acusado de estuprar pacientes após realização de cirurgias

O médico proctologista Paulo Augusto Berchielli, de 63 anos, é alvo de graves acusações de estupro por parte de pelo menos quatro pacientes em sua clínica, situada no bairro Tatuapé, zona leste de São Paulo. Duas das vítimas relataram que os abusos ocorreram após cirurgias de hemorroida realizadas por ele. O médico fugiu após ter sua prisão preventiva por tempo indeterminado decretada.

Uma das vítimas, uma enfermeira de 47 anos, afirmou que sofreu abuso sexual por parte do médico imediatamente após uma cirurgia de hemorroida, ocorrida em agosto do ano anterior. Ela alega que Berchielli a medicou excessivamente, causando seu desmaio até o domingo seguinte. A paciente despertou com dores intensas na região anal, e após perceber o ocorrido, dirigiu-se à delegacia para registrar uma denúncia.

O vestuário usado por ela na saída da clínica foi apreendido pela polícia para perícia, e sua calcinha, que havia desaparecido, só reapareceu após mais de um ano e meio, apresentando vestígios de sêmen em análises posteriores. A paciente relata ter sido submetida a uma atitude desrespeitosa por parte de policiais da 5ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) durante o processo de registro do ocorrido. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo ainda não se manifestou sobre o caso.

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) alegou que esta apurando o caso. No site do Cremesp, o registro profissional do médico permanece como ativo.

Fonte: Metrópoles

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...