28.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 19, 2024
Publicidade
InicioBrasilMulher morta por PM já havia feito boletim de ocorrência contra ele

Compartilhar

Mulher morta por PM já havia feito boletim de ocorrência contra ele

Erika Satelis Ferreira de Lima, de 33 anos, que foi vítima de feminicídio no último domingo (3), havia registrado um boletim de ocorrência por ameaça contra o marido, o policial militar Thiago Cesar de Lima, de 36 anos, em outubro deste ano. No relato feito na ocasião, Erika mencionou uma briga em que Thiago a ameaçou com uma arma. O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a mesma delegacia que agora investiga a morte de Erika.
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na época, a vítima optou por não representar criminalmente contra o soldado e também não solicitou medidas protetivas.

No domingo, durante uma discussão dentro de um carro, Thiago desferiu socos e disparou tiros contra Erika. Mesmo socorrida pelo próprio policial, a vítima não resistiu aos ferimentos. A pistola calibre .40, utilizada no crime, foi apreendida, e Thiago foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes. A prisão preventiva do policial foi decretada na segunda-feira (4).


A Ouvidoria da Polícia de São Paulo informou que abriu um procedimento para acompanhar o caso e, após os trâmites legais, pretende sugerir a expulsão do soldado Thiago Cesar de Lima das fileiras da Polícia Militar. O ouvidor, professor Claudio Silva, ressaltou que não se pode tolerar desvios dessa ordem, especialmente quando as vítimas são grupos vulneráveis, e o algoz, alguém formado e instruído para valorizar e garantir a vida.

Fonte: CNN Brasil

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...