27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024
Publicidade
InicioBrasilSuzane von Richtoffen deixa presídio 20 anos após mandar matar os pais

Compartilhar

Suzane von Richtoffen deixa presídio 20 anos após mandar matar os pais

Na tarde dessa quarta-feira (11/01), Suzane von Richtoffen, condenada pela morte dos próprios pais em 2002, foi solta após a Justiça de São Paulo conceder progressão de pena para o regime aberto. 

O crime que chocou o Brasil aconteceu na casa da família, em uma mansão na capital paulista, onde Manfred e Marisia von Richtoffen foram brutalmente assassinados pelos irmãos Cravinhos, a mando de Suzane.

Em julgamento naquele mesmo ano, Suzane foi levada a júri popular e condenada a 39 anos e seis meses de prisão. Os irmãos Daniel e Christian Cravinhos também foram julgados culpados pelo duplo homicídio. 

Suzane já havia progredido ao regime semiaberto, em 2015, e passava feriados fora da cadeia desde 2016.

Em 2021, ela começou a estudar Biomedicina em uma universidade no interior de São Paulo, frequentando as aulas com uso de tornozeleira eletrônica.

O pedido para ingressar na graduação foi feito pela defesa de Suzane, após ela obter nota suficiente no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Enquanto estiver em regime aberto, ela poderá trabalhar durante o dia, mas as noites deverá passar em um endereço fixo, chamado casa de albergado. 

Suzane não poderá sair de sua cidade sem avisar à Justiça, e deverá prestar contas de suas atividades sempre que for solicitado, até o fim de sua pena. 

Ela estava detida na Penitenciária Feminina I Santa Maria Eufrásia Pelletier, parte do complexo do Tremembé, no Vale do Paraíba, em São Paulo. 

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...