31.3 C
Manaus
domingo, abril 14, 2024
Publicidade
InicioCelebridadesEx-BBB´s brigam na internet após matéria da Globo sobre cassino on line

Compartilhar

Ex-BBB´s brigam na internet após matéria da Globo sobre cassino on line

No último domingo (17), o programa Fantástico veiculou uma matéria sobre os influenciadores digitais que divulgam a empresa Blaze, um cassino on line que opera de forma ilegal no Brasil. A reportagem resultou em trocas de farpas entre três ex-participantes do Big Brother Brasil; Viih Tube, Eliezer e Rodrigo Mussi.

Tudo começou logo após a exibição da matéria, quando Rodrigo Mussi utilizou o Twitter para fazer comentários interpretados por seus seguidores como uma indireta à Viih Tube, questionando se ela devolveria o dinheiro que já ganhou. Este episódio ocorreu pouco depois de Viih Tube anunciar o rompimento de seu contrato com a Blaze, horas antes da matéria ir ao ar.

Eliezer, namorado de Viih Tube, com quem tem uma filha, entrou na controvérsia via Instagram Stories, confrontando Mussi e relembrando situações passadas. Ele acusou Rodrigo de interesse pessoal e questionou a gratidão do ex-BBB em relação ao apoio que recebeu durante sua recuperação de um grave acidente em 2022, incluindo a estadia na casa de Viih Tube para receber tratamento médico. Internautas também encontraram publicações antigas de Mussi, onde ele também teria divulgado a Blaze.

O escândalo não se limitou à troca de farpas entre Mussi e Eliezer, envolvendo até mesmo o ex-BBB Gil do Vigor, citado por Eliezer em relação a uma suposta fala negativa de Mussi. Viih Tube, por sua vez, anunciou o fim do contrato com a Blaze após uma longa negociação, assumindo a responsabilidade pela publicidade questionável e expressando alívio por finalmente encerrar a parceria.

Felipe Neto e Neymar não foram citados

Outro ponto da reportagem que despertou a curiosidade dos internautas foi a ausência de dois grandes nomes que também tiveram contrato com a empresa no passado. O primeiro é o jogador Neymar, que chegou a fazer propagando pra Blaze, mas parou depois que o Youtuber Daniel Penin fez um vídeo em maio deste ano, expondo que seguidores dos influenciados estavam sendo lesados pela Blaze, e que a empresa sequer tinha sede no Brasil, o que impossibilitava as pessoas enganadas a processar o cassino on line.

Felipe Neto também foi muito citado sobre a polêmica da Blaze. Após o vídeo de Penin, o dono do “Não Faz Sentido” fez um vídeo em seu canal onde se defendeu das acusações de que teria induzido seus seguidos, em maioria, adolescentes e crianças, a apostar dinheiro na Blaze, ele também teria defendido a empresa, alegando que não havia nada contra as leis em divulgar os jogos. O Youtuber foi duramente criticado por outros canais de opinião e pela sua audiência na época. No entanto, a matéria da Rede Globo também não citou Felipe Neto.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...