30.3 C
Manaus
domingo, julho 14, 2024
Publicidade
InicioCelebridadesTravis Scott é preso por invasão de propriedade e embriaguez

Compartilhar

Travis Scott é preso por invasão de propriedade e embriaguez

O rapper Travis Scott foi preso na madrugada desta quinta-feira (20) no condado de Miami-Dade por acusações de invasão de propriedade e intoxicação de substância.

O cantor, cujo nome legal é Jacques Bermon Webster, foi preso na marina de Miami Beach às 1h44 e foi preso às 4h35.

Os registros da cadeia indicam que o artista de 33 anos recebeu uma fiança de US$ 650, ou cerca de R$ 3.500. O Centro Correcional Turner Guilford Knight no Condado de Miami-Dade informou que Scott saiu da prisão às 8h desta quinta-feira.

Ao longo dos últimos dez anos, Travis Scott se tornou um dos principais artistas de rap e pode ser mais conhecido por suas apresentações ao vivo explosivas, que às vezes saíram de controle, como um show no Festival Astroworld em 2021 que resultou em 10 mortes.

A polícia informou que o incidente começou na madrugada desta quinta-feira quando o cantor estava em um barco fretado e discutiu com a tripulação. Os policiais foram chamados na marina e pediram que o rapper saísse.

Travis saiu e voltou uma vez mais, entrando novamente em conflito com a tripulação. Ele foi expulso do barco mais uma vez e foi preso após recusar sair.

Os registros da prisão fornecem mais informações sobre o evento. O depoimento diz que a polícia foi chamada ao cais para atender a um chamado que indicava que havia briga em um iate. O depoimento afirma que os policiais testemunharam Travis Scott gritando com os ocupantes e puderam “sentir um forte cheiro de álcool” em sua respiração.

Os policiais informaram que ele precisava sair do barco, caso contrário, seria detido. Travis então subiu em um carro e partiu da marina. Após cerca de cinco minutos, ele voltou e “começou a gritar novamente, tornando-se errático e perturbando a paz”, ignorando as ordens da polícia de não se aproximar do iate. Segundo o depoimento, o cantor foi preso.

“O réu posteriormente admitiu que havia bebido álcool e afirmou: ‘É Miami’,” apontam os registros. O depoimento ainda observa que 10 policiais usaram câmeras corporais.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...