30.3 C
Manaus
domingo, julho 14, 2024
Publicidade
InicioDestaquesPF faz buscas da casa do ex-presidente Bolsonaro e prende ex-ajudante

Compartilhar

PF faz buscas da casa do ex-presidente Bolsonaro e prende ex-ajudante

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), durante uma operação que visa investigar a inclusão de dados falsos sobre vacinação contra a covid-19 nos sistemas do Ministério da Saúde. A ação policial cumpre 16 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão preventiva.

Além de Mauro Cid, também foram presos o PM Max Guilherme Machado de Moura, Sérgio Rocha Cordeiro e o coronel do Exército Marcelo Costa Câmara, ex-assessores e atuais seguranças de Bolsonaro. Agentes da PF também estão na casa de Bolsonaro, em Brasília, para cumprimento de mandados de busca e apreensão. Espera-se que ele seja convocado para prestar depoimento.

De acordo com a PF, as falsificações de dados sobre a vacinação ocorreram entre novembro de 2021 e dezembro de 2022, período que coincide com a gestão de Marcelo Queiroga no Ministério da Saúde. Os dados foram adulterados para permitir que as pessoas viajassem para os Estados Unidos no final do ano passado, incluindo Bolsonaro, que visitou o país em dezembro de 2022, um dia antes da posse de Lula.

A PF afirmou que a investigação indica que o objetivo das falsificações seria manter a coesão ideológica e sustentar o discurso contrário à vacinação contra a covid-19. A corporação destacou que os fatos investigados configuram em tese os crimes de infração de medida sanitária preventiva, associação criminosa, inserção de dados falsos em sistemas de informação e corrupção de menores.

A operação da PF foi batizada de “Operação Venire”, em referência ao princípio que veda comportamentos contraditórios de uma pessoa, que é um fundamento do Direito Civil e do Direito Internacional.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...