27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024
Publicidade
InicioMundoHomem é condenado à castração física por estupro da filha, nos EUA

Compartilhar

Homem é condenado à castração física por estupro da filha, nos EUA

Um homem de 54 anos foi finalmente condenado à castração física depois de violar a sua filha de 14 anos no estado norte-americano da Louisiana. A novidade foi anunciada nesta quarta-feira (24 de abril). De acordo com a CBS News, Glenn Sullivan foi condenado a 50 anos de prisão. Ele estuprou a adolescente diversas vezes em 2022.

Como destacou o CBS News, testes de DNA provaram que a adolescente era de fato filha de Sullivan. A Procuradoria-Geral da Louisiana disse em sua defesa que, embora a lei permita a castração em certos casos de estupro, o homem foi punido porque foi “o crime mais flagrante que o estado supervisiona”.

O homem ainda ameaçou agredir membros da família para evitar denúncia.

“Muitos casos como esse não são relatados pelo medo. A força que esta jovem deve ter precisado para dizer a verdade diante das ameaças e das adversidades é realmente incrível”, disse o promotor Scott M. Perrilloux.

Uma vez condenados à castração, os agressores poderão escolher entre física e química; Sullivan optou por castração física, onde os testículos são removidos; na química, substâncias que bloqueiam a produção do hormônio testosterona são aplicadas. Essas substâncias fazem cessar a libido, controlando os impulsos e desejos sexuais.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...