25.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 12, 2024
Publicidade
InicioMundoInjeção letal falha 8 vezes e execução de serial killer é suspensa...

Compartilhar

Injeção letal falha 8 vezes e execução de serial killer é suspensa nos EUA

A execução de um serial killer, conhecido por assassinatos em série, foi adiada no estado de Idaho, nos Estados Unidos. Os médicos encarregados de administrar a injeção letal não conseguiram localizar uma veia adequada para a aplicação intravenosa do veneno. Thomas Eugene Creech teve sua sentença de morte adiada na quarta-feira (28/02), após oito tentativas frustradas.

Creech, de 73 anos, é uma das pessoas que permaneceram na prisão por mais tempo após serem condenadas à morte, de acordo com a emissora ABC News. Ele já cumpriu 50 anos de prisão pelos crimes que cometeu, incluindo cinco homicídios em três estados diferentes. A suspeita é de que ele possa ter cometido outros assassinatos além desses.

Nessa quarta-feira (28/02) ele foi levado para o local onde seria executado, em uma instituição de segurança máxima de Idaho. Três membros da equipe médica tentaram encontrar uma veia para injetar o veneno, mas falharam após oito tentativas. As tentativas aconteceram em veias dos braços, pernas, mãos e pés. Depois de cerca de uma hora, a execução – que seria a primeira no estado em 12 anos – foi suspensa.

A equipe médica era formada por voluntários, que tiveram suas identidades protegidas e usaram máscaras. Familiares de Creech estavam em um cômodo ao lado, onde ele podia vê-los.

Execução suspensa

Outras modalidades de aplicação da pena ainda podem ser determinadas pelo departamento de penas. Contudo, há um artigo na Constituição dos Estados Unidos que veda punições cruéis ou incomuns.

Os advogados do assassino em série moveram uma ação judicial solicitando a suspensão da execução, após uma tentativa “terrivelmente mal conduzida”. Eles argumentam que isso “demonstra a incapacidade do departamento em realizar uma execução que seja humana e constitucional”.

Agora, o estado precisará obter um novo mandado de execução caso deseje manter a sentença de morte de Thomas Eugene Creech.

Assassino em série

Creech passou a maior parte da vida na prisão. Ele foi absolvido de uma acusação de assassinato em 1973 no estado do Arizona. Na época, as autoridades acreditaram que ele era culpado, pois ele usou o cartão de crédito da vítima para viajar, mas mesmo assim ele não foi condenado.

Depois, ele foi condenado por assassinato em 1974 em Oregon e na Califórnia. No mesmo ano, o assassino foi preso em Idaho depois de matar dois pintores de casas que deram uma carona para ele e sua namorada.

Ele foi condenado à prisão perpétua em 1981 e, dentro da prisão, bateu em um outro detento até matá-lo. Foi por este crime que Creech acabou sendo condenado à morte.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...