27.3 C
Manaus
domingo, abril 21, 2024
Publicidade
InicioPolíciaPolícia procura homem acusado de estuprar filha adolescente

Compartilhar

Polícia procura homem acusado de estuprar filha adolescente

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), solicita ampla divulgação da imagem de Genival Coelho da Silva, 45, que está sendo procurado pelos crimes de estupro, estupro qualificado e roubo.

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da unidade especializada, as investigações iniciaram em novembro deste ano, quando uma adolescente, 15, compareceu à delegacia para informar que seu pai, Genival, a estuprava desde os 13 anos.

“A vítima contou que não o denunciou antes em razão das ameaças proferidas por ele, contra ela e sua família. Ele tem um longo histórico criminal, inclusive no sistema prisional por crimes cometidos em 2008. Em 2019, ele fugiu do presídio e passou a roubar e estuprar outras vítimas”, disse.

Conforme a delegada, em 2016, ele roubou os pertences de uma vítima, que tinha 17 na época, e a estuprou. Ele foi denunciado e tem um mandado de prisão em razão de sentença condenatória em aberto.

Outro histórico do indivíduo se refere a um estupro praticado em 2017, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), também contra uma vítima de 17 anos. Quanto a esse, ele tem um mandado de prisão preventiva a ser cumprido.

“Ou seja, ele é contumaz nessas práticas criminosas, alinhando o crime contra o patrimônio com o crime sexual. Ele é um perigo iminente para a sociedade, por isso é essencial que a imagem dele seja compartilhada e as denúncias sejam feitas, para que possamos tirá-lo de circulação”, enfatizou.

Ainda segundo a delegada, o homem é um conhecedor de áreas de matas que rodeiam a capital amazonense e utiliza-se deste método para fugir. A equipe policial da Depca chegou a fazer uma operação na terça-feira (12/12), no bairro Gilberto Mestrinho, zona leste, para prendê-lo, no entanto, ao avistar os policiais civis fugiu por uma rota de fuga planejada.

“Fizemos buscas pelas redondezas e, em conversa com populares da região, obtivemos a confirmação sobre o histórico dele de abordar as vítimas em paradas de ônibus para roubá-las e cometer os abusos sexuais”, disse.

Joyce ressaltou que o homem possui três mandados de prisão em aberto e as denúncias podem ser feitas por meio do 190 ou pelo 181, ambos da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

As denúncias também podem ser formalizadas na sede da Depca, situada na avenida Via Láctea, conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, zona centro-sul, ou pelo (92) 99115-1284, disque-denúncia da Depca.

“Sabemos que ele é um indivíduo de alta periculosidade e iremos preservar a identidade do informante. É importante que possamos localizá-lo e efetuarmos a sua prisão o mais rápido o possível”, contou.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...