27.3 C
Manaus
sexta-feira, março 1, 2024
Publicidade
InicioPolíticaPolícia prende quadrilha que aplicava golpes com cartões clonados

Compartilhar

Polícia prende quadrilha que aplicava golpes com cartões clonados

Policiais civis do 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam em flagrante, na segunda-feira (04/12), quatro indivíduos por aplicar golpes com cartões clonados em uma loja de tintas, gerando um prejuízo de R$ 90 mil em produtos. Eles foram presos no momento em que estavam saindo da loja, no bairro Cidade de Deus, zona norte.

Os indivíduos foram identificados como Antônio Edson Correia Barroso, 46; Antônio Elison Correia Barroso, 30; Robson Ferreira Menezes, 39, e Stanley de Souza Oliveira, 23. Eles também aplicavam golpes em outras lojas, e em uma perfumaria ocasionaram um prejuízo avaliado em quase R$ 40 mil.

Conforme o delegado Ericson Tavares, titular da unidade policial, as investigações apontam que o grupo criminoso mantinha contato com pessoas de outros estados, responsáveis por fazer a clonagem dos cartões por um valor de 250 reais.

“Após conseguir os cartões adulterados, os indivíduos compravam os produtos de forma on-line, principalmente na loja de tintas, e mandavam uma pessoa fazer a retirada do material. Posteriormente, eles revendiam os produtos para outras pessoas, por um preço abaixo do mercado, e utilizavam a nota fiscal oficial para ter maior credibilidade”, disse.

De acordo com o titular, a denúncia foi realizada na segunda-feira e partiu dos próprios funcionários da loja, que desconfiaram da atitude suspeita de Antônio Edson, após ele ir à loja retirar os produtos.

“Os demais ficaram no carro aguardando ele retornar, no entanto, já estávamos em campana no local, observando a movimentação. Fizemos a abordagem aos indivíduos e eles confessaram toda a prática delituosa. Conseguimos recuperar boa parte do material da loja de tinta e uma outra de compressores, que também foi alvo dos golpes. O Robson estava em posse dos cartões clonados e de identidades falsas”, salientou.

Os quatro indivíduos responderão por estelionato e associação criminosa. Eles passaram por audiência de custódia e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...