28.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 19, 2024
Publicidade
InicioPolíticaSenado avalia alterações em projeto que revoga "saidinha" de presos

Compartilhar

Senado avalia alterações em projeto que revoga “saidinha” de presos

Uma ala do Senado está considerando modificações no projeto de lei que propõe a revogação da chamada “saidinha” de presos, buscando destravar o debate em 2024. Uma alternativa em discussão sugere permitir o benefício apenas a detentos autorizados a trabalhar e estudar fora dos presídios, mantendo a suspensão das saídas em feriados e datas comemorativas.

A flexibilização desses pontos na proposta surge após duas tentativas de votação do texto na Comissão de Segurança do Senado. O senador e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, defensor das mudanças na legislação, propõe a liberação da “saidinha” apenas para os detentos do sistema semiaberto. “Há busca de consenso para votar o texto da Câmara em fevereiro na Comissão de Segurança Pública do Senado, com pequenas alterações”, afirmou Moro.

O projeto, aprovado pela Câmara dos Deputados em 2022, trata não apenas da revogação do benefício da “saidinha”, mas também do monitoramento de condenados por tornozeleiras eletrônicas. Além disso, propõe que a progressão de regime dependa do resultado de exame criminológico. Após o comprometimento do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, em incluir a proposta entre as prioridades para 2024, senadores mencionaram a recente morte do policial militar Roger Dias da Cunha, vítima de criminosos que gozavam do benefício durante o feriado do Natal.

Fonte: CNN Brasil

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...