27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024
Publicidade
InicioBrasilFuncionário tem cabeça decepada em ataque dentro de hospital no Ceará

Compartilhar

Funcionário tem cabeça decepada em ataque dentro de hospital no Ceará

Na manhã desta terça-feira (23), um funcionário foi baleado e decapitado no Hospital Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. O corpo da vítima, que trabalhava no refeitório do hospital, foi deixado no refeitório da unidade. Outra pessoa também ficou ferida. O suspeito está foragido. Um conjunto de fotos divulgadas mostrava a vítima uniformizada deitada em uma cafeteria com a cabeça virada para o lado. Uma faca também pode ser vista perto do corpo.

O companheiro do suspeito trabalha no hospital e o crime foi motivado por ciúme, disse Samuel Elanio, ministro da Segurança Pública do Ceará. “Ele já agia como uma pessoa ciumenta e já dava sinais de que poderia fazer algo semelhante”, explicou.

Segundo a secretária, o suspeito é um ex-funcionário do hospital que foi demitido há mais de um ano. Ele poderia ter acessado a enfermaria via reconhecimento facial, e ainda funciona. A IJF é uma das mais importantes secretarias de saúde de Fortaleza e instituição de referência no atendimento a vítimas de traumas de alta complexidade, lesões vasculares graves e queimaduras. O hospital é administrado pela Câmara Municipal.

Testemunhas no hospital disseram ter ouvido vários tiros e pessoas correram para dentro da unidade. Além do funcionário falecido, outra pessoa foi baleada e levada ao centro de operações. Após cometer o crime, o suspeito fugiu.

Seguranças da unidade hospitalar foram acionados logo após o ocorrido, na tentativa de captura o autor do ataque.

A administração do hospital informou que dois prestadores de serviços de alimentação na área de recebimento de cargas do hospital foram vítimas do ataque. Um dos homens morreu no local e o outro foi resgatado pelos serviços de emergência.

“As famílias das vítimas estão sendo acolhidas e a situação está sendo acompanhada pelos órgãos de segurança, que está recebendo todo o apoio para as investigações.Reforçamos que todos os atendimentos aos pacientes seguem sendo realizados sem interrupção”, disse a Direção do IJF.

Em nota, o prefeito José Sarto lamentou o caso e criticou a atuação do governo do Ceará na segurança pública.

“É inaceitável a violência em Fortaleza continuar do jeito que está. Hoje mais uma vez vivemos momentos de horror. Dois assassinatos brutais. A paralisia do Governo de Estado no combate às facções não parece ser apenas incompetência, mas também cumplicidade. Acionei as Secretarias de Segurança Cidadã, Educação, Saúde e Direitos Humanos para dar todo o suporte aos familiares das vítimas e aos nossos trabalhadores, a quem dedico toda minha solidariedade. Não permitirei que o acesso aos nossos serviços públicos sejam prejudicados pela insegurança”, afirmou Sarto.

O governador do Ceará, Elmano de Freitas, falou sobre o caso durante entrevista no Palácio da Abolição.

“Investigar o caso, porque efetivamente nós não temos completamente as informações. Há informação de que foi um funcionário morto e pode ter sido morto por um outro funcionário e aconteceu dentro do refeitório, a informação que me chega até agora, no refeitório do hospital. Nós não fazemos segurança pública dentro dos equipamentos, fazemos fora do equipamento. Obviamente que no hospital tem a equipe de vigilância, tem Guarda Municipal. O que se imagina é que nesses ambientes a Guarda Municipal e a força de vigilância contratada pela prefeitura resguarde a segurança pública dentro do seu hospital. Não foi o que infelizmente aconteceu, uma pessoa perdeu a vida, mas a nossa tarefa agora é investigar, identificar a pessoa que provocou e prendê-la. “, disse o governador Elmano de Freitas.

Confira o pronunciamento do Deputado Federal do Ceará André Fernandes sobre o ataque no IJF e a falta de segurança pública:

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...