28.3 C
Manaus
domingo, junho 23, 2024
Publicidade
InicioPolíciaPC-AM prende suspeito de feminicídio da própria companheira em Manaus

Compartilhar

PC-AM prende suspeito de feminicídio da própria companheira em Manaus

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio Do Núcleo de Combate ao Feminicídio (NCF) da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu, no sábado (25/05), Sidney da Silva Augustiere Júnior, 30, suspeito do feminicídio de sua companheira Daniela Ferreira da Silva, que tinha 32 anos. O crime ocorreu no dia 21 de abril deste ano, no bairro São José Operário, zona leste de Manaus.

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (27/05), o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ressaltou a firme atuação dos policiais do Núcleo de Combate ao Feminicídio (NCF) na prisão e elucidação do assassinato de Daniela.

A delegada Marília Campello, coordenadora do NCF, detalhou que no dia do crime, o casal estava em uma confraternização familiar quando iniciou uma discussão. Em seguida, o homem sacou uma arma de fogo caseira e efetuou os disparos contra Daniela, que não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

“Testemunhas presenciaram o crime. A vítima, que segurava sua filha no colo, foi atingida pelos disparos. Sidney alega não ter tido intenção de matar a mulher, mas isso não condiz com o que foi apurado no curso da investigação”, disse a delegada.

Embora Daniela nunca tenha registrado Boletim de Ocorrência contra Sidney, ele já havia sido agressivo com ela anteriormente. O infrator possui passagens pela polícia por roubo, furto e porte ilegal de arma de fogo.

“Este feminicídio é o sexto a ocorrer em Manaus neste ano. É importante salientar que todos os seis autores foram identificados e presos preventivamente. O feminicídio é o ponto culminante de um histórico de violências, como injúrias, violências psicológicas, ofensas verbais e outras agressões. Esses fatores, graves por si só, se agravam e culminam na morte de mulheres pelas mãos de homens covardes”, afirmou Marília Campello.

Denúncias

A PC-AM destaca a importância de denunciar, caso presencie ou haja suspeita de que uma mulher esteja sendo vítima de qualquer tipo de agressão. As denúncias podem ser feitas em qualquer delegacia, ou pelo 181 da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A identidade do informante será preservada.

Com informações da assessoria

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...