24.3 C
Manaus
terça-feira, junho 18, 2024
Publicidade
InicioSaúdeRS registra mais de 300 casos suspeitos e 2 mortes por leptospirose

Compartilhar

RS registra mais de 300 casos suspeitos e 2 mortes por leptospirose

O Rio Grande do Sul (RS) sofreu com as fortes chuvas que atingiram o estado desde o final de abril. Uma das consequências da tragédia socioambiental são doenças. Até o momento, o número de suspeitas de casos de leptospirose é de 389 no estado gaúcho. Ao todo 29 casos e dois óbitos pela doença já foram confirmados. Apenas uma morte segue em investigação, nesta quarta-feira (22).

A Prefeitura de Venâncio Aires, cidade do Vale do Rio Pardo, confirmou a morte de um homem de 33 anos por leptospirose nessa segunda (20).

Um morador de Cachoeirinha, de 56 anos, morreu no último domingo (19) com a doença. Apenas um óbito segue em investigação. As águas contaminadas, oriundas das enchentes, carregam uma série de agentes infecciosos que podem desencadear doenças.

A leptospirose é uma doença infecciosa febril aguda que resulta da exposição direta ou indireta a urina de animais, principalmente ratos, infectados pela bactéria Leptospira.

Há também o vírus da hepatite do tipo A. A doença causa uma inflamação no fígado e ocorre após o contato com á agua ou alimentos contaminados, muito comum em tragédias como a do RS.

A doença é contagiosa pela transmissão fecal-oral. Segundo a Secretária Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul, “o Programa Nacional de Imunizações prevê a vacina contra o vírus da hepatite A desde 2014, indicada em dose única no calendário de rotina para crianças aos 15 meses de idade”.

COLUNISTAS

Siga-nos

LEIA TAMBÉM

Clima esquenta na PM depois que a família do Coronel Menezes passou a mandar na corporação

Circula em grupos de policiais no WhatsApp um texto...

Comerciante que se achava dono da rua teve telhado demolido e material apreendido pela prefeitura

Um telhado construído em cima de uma rua para...